Política e bolsa

Economática: Bovespa foi a melhor da América Latina com PSDB e a pior com PT

Valorização do Ibovespa chegou a ser maior durante o governo petista na comparação com o PSDB, mas ficou na lanterna quando comparado aos outros índices da América Latina

SÃO PAULO – Enquanto em termos de redução de pobreza e ascensão da classe média, o PT (Partido dos Trabalhadores) comemora, por outro lado, na Bolsa de Valores, a situação é bastante diferente. E essa visão se reforça ainda mais se comparado ao desempenho de seu principal rival no campo político, o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira). 

É o que aponta o estudo elaborado pela Economática, destacando que, durante o governo do PT, o Brasil teve o pior desempenho entre todas as principais bolsas da América Latina, enquanto a Bolsa liderou os ganhos na região enquanto o PSDB estava no poder. 

A valorização do Ibovespa, levando em conta a média anual acima da inflação entre 2003 e 2014 – até o fechamento do último dia 2 de julho – foi de 8,2%enquanto todas as outras bolsas alcançaram valorizações mais altas. O estudo considerou os bechmarks da bolsa do Peru, Igbvl;+21%), do México (IPvC; +13,9%), do Chile (Ipsa;+8,8%) e da Argentina (Merval; +14,1%).

PUBLICIDADE

Por outro lado, durante o governo do PSDB, de Fernando Henrique Cardoso, o Brasil foi o campeão da região. A valorização do Ibovespa, também levando em conta com a média anual acima da inflação, entre 1995 e 2002 foi de 3,1% enquanto que todas as outras bolsas da América Latina sofreram pesadas desvalorizações, de no mínimo 4%

“O ambiente mundial durante o governo do PSDB foi bastante desfavorável para a América Latina. Entretanto, a política neo-liberal do PSDB conseguiu fazer o Brasil avançar mais do que os seus vizinhos”, destaca o relatório da Economatica.

Enquanto isso, durante o governo do PT, aponta o relatório, a situação internacional foi extremamente favorável aos países exportadores de commodities, grupo no qual se inclui o Brasil e a maioria dos paises pesquisados.

Desta forma, mesmo a crise financeira dos Estados Unidos em 2008 foi absorvida sem grandes prejuízos, não apenas pelo Brasil, mas por todos os países com este perfil. “A politica intervencionista do PT, entretanto, fez com que o Brasil tenha sido o pais que menos aproveitou esta janela de oportunidade que se abriu aos países exportadores de commodities durante este período”

Confira o desempenho do Ibovespa e das bolsas na América Latina:

IbovespaXAméricaLatina