De olho na eleição

“É um governo esfarelado, que não consegue negociar com sociedade nem caminhoneiros”, diz analista político

Caso a greve não seja encerrada, este será mais um capítulo de um governo que acabou desde o caso Joesley", disse

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A surpresa do governo com a greve é uma demonstração de que os olhos agora estão completamente voltados para as eleições, avalia o analista político da XP Investimentos, Richard Back, para a Bloomberg. “É um governo esfarelado, que não consegue negociar com sociedade nem com caminhoneiros”, afirma.

Segundo ele, o governo agora fica ainda mais enfraquecido com esta situação. Back reforça que o presidente Michel Temer não consegue se entender com os caminhoneiros, mas ao mesmo tempo a Petrobras anuncia um corte do diesel, enquanto em outra frente o líder do governo no Senado apoia a redução do ICMS, mostrando uma falta de unidade no governo.

“Hoje há margem para negociar com caminhoneiros e acabar a greve. Caso a greve não seja encerrada, este será mais um capítulo de um governo que acabou desde o caso Joesley”, disse o analista à Bloomberg.

PUBLICIDADE

“Agora, ou espera a turma ir para casa, ou usa a força, o que pode ser um problema. Se não resolver agora essa situação, com redução de preços, é um problema”, completa.