Ex-STF

“É de chorar de vergonha!”, dispara Joaquim Barbosa sobre a votação do impeachment

"Anotem: ainda teremos outras razões para sentir vergonha de nós mesmos em toda essa história", afirmou

SÃO PAULO – O ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, recomendou aos seus seguidores no Twitter que lessem a matéria da revista “The Economist” sobre a votação do impeachment que ocorreu domingo (17) na Câmara dos Deputados. A reportagem trouxe a lista das “justificativas de voto” dos deputados, que foi bastante criticada por ter inúmeras referências a Deus e à família e pouquíssimas ao suposto crime de responsabilidade cometido pela presidente Dilma Rousseff. 

“É de chorar de vergonha! Simplesmente patético!”, disparou Barbosa, que ganhou uma notoriedade inédita para um ministro da nossa suprema corte ao condenar políticos petistas envolvidos no escândalo do Mensalão em 2012. “Anotem: ainda teremos outras razões para sentir vergonha de nós mesmos em toda essa história”, afirmou em outro tweet. 

As críticas ao comportamento dos parlamentares vieram logo depois dele reclamar da própria mídia brasileira, elogiando o vídeo em que a jornalista Christiane Amanpour, da CNN, entrevista o também jornalista Glenn Greenwald, que foi o responsável por expor a público a espionagem realizada pela agência norte-americana NSA, tendo como fonte o ex-funcionário do órgão, Edward Snowden. 

PUBLICIDADE

“Nesse vídeo você vai ver algo raro na imprensa brasileira hoje: informação objetiva, clara e sem viés político”, disse.

Especiais InfoMoney:

Hoje às 19h15: palestra online“Como montar uma Carteira de Ações Vencedora”. Clique aqui para assistir

Trader que perdeu R$ 285.000 com Telebras conta como deu a volta por cima

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa