E-consumidor ainda está na alta renda e gasta em média R$ 118 ao mês

Dados mostram que 61% dos brasileiros que compram pela web são das classes AB, ante 35% da classe C

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O comércio eletrônico no Brasil ainda está concentrado nas classes de renda mais alta e tem um consumidor que costuma gastar em média R$ 118 ao mês.

Os dados são de uma pesquisa chamada TG.net, que foi divulgada nesta quarta-feira (8) pelo Ibope Mídia. Ela foi realizada com 2,5 mil consumidores de todo o Brasil.

Para se ter uma ideia, a classe AB representa 61% do total de e-commerce, enquanto a classe C responde por 35% dos consumidores virtuais e a DE, por apenas 4%.

Aprenda a investir na bolsa

Além de maior renda, os consumidores on-line também possuem mais escolaridade: 32% falam uma segunda língua e 36% estão matriculados em alguma instituição de ensino.

Características
A idade média das pessoas que compram pela web é de 33 anos, mas 48% deles estão na faixa etária de 25 a 44 anos.

O estudo mostra ainda que 15% dos e-consumidores têm entre 15 e 19 anos, enquanto 17% têm entre 20 e 24 anos. Outros 13% têm entre 45 e 54 anos e apenas 6% têm entre 55 e 64 anos de idade.

Os homens são maioria entre os brasileiros que compram pela internet, com uma representatividade de 54%. Os solteiros também despontam, com 49%, ante 41% dos casados.

Moradores das cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro representam mais do que um terço (37%) dos consumidores on-line.