Segurança pública

“Durante 20 anos, o PSDB deixou os policiais do Estado de peito aberto”, detona Padilha

O candidato ao governo do PT aproveitou para criticar a ação policial que acabou causando a morte de um vendedor ambulante em São Paulo.

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os problemas de segurança pública do estado de São Paulo foram evidenciados pelo candidato ao governo pelo PT, Alexandre Padilha. 

Indagado sobre violência policial por Gilberto Maringoni, o ex-ministro destacou que “durante 20 anos, o PSDB não puniu o que há de errado e deixou os policiais do Estado de peito aberto”.

O petista afirmou que é inadimissível que um jovem negro tenha 3 vezes mais chances de ser morto do que um branco. Além disso, Padilha aproveitou para criticar a ação policial que acabou causando a morte de um vendedor ambulante no centro de São Paulo.

Aprenda a investir na bolsa

Em contrapartida, o socialista criticou Padilha e disse que o petista quer estabelecer uma polícia ainda mais dura caso se consagre nas urnas. “O prefeito do seu partido considerou o assassinato do ambulante um caso isolado. Não é um caso isolado”, pontuou. 

Padilha, por sua vez, não recebeu bem as críticas e disse que Maringoni não viu seu programa completo.