Duas linhas de trens-bala devem integrar o Plano Nacional de Viação

Uma das linhas irá ligar São Paulo e Rio de Janeiro, e a outra Belo Horizonte e Curitiba, passando pela capital paulista

SÃO PAULO – Duas linhas de trens-balas estão no texto de proposta para o novo PNV (Plano Nacional de Viação) para integrar o mapa ferroviário. O plano integra o novo SNV (Sistema Nacional de Viação), que está sendo analisado pela Comissão de Serviços de Infra-estrutura.

Segundo a Agência Senado, o projeto prevê linhas ligando as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, além de um outro ramal que ligaria Belo Horizonte a Curitiba, passando pela capital paulista.

Inclusão no PNV

Os dois trechos foram incluídos no PNV por meio de uma medida provisória, já aprovada pela Câmara e ainda pendente de exame no Senado, devido ao fato de que o governo já anunciou que irá abrir licitações para as linhas.

PUBLICIDADE

“O governo pode dizer que vai construir os trens-bala, já que os traçados passam a comparecer no plano de viação, mas o Congresso pode entender que é uma idéia faraônica e questionar essa prioridade frente à necessidade de se acabar as obras dos metrôs das capitais”, afirmou o relator do novo SNV e senador Eliseu Resende.

Projeto

Uma das finalidades do projeto do SNV é atualizar as relações descritivas das vias e equipamentos que compõem os subsistemas modais de transporte (rodoviário, ferroviário, aquaviário, portuário e aeroportuário). Mas o que mais desperta o interesse dos parlamentares, governadores e prefeitos, assim como da iniciativa privada, é a inclusão de novas projeções para os sistemas rodoviário, ferroviário e hidroviário.

Os eixos ou ligações incluídos são considerados estratégicos para a estruturação do sistema nacional de viação. Se aprovado na Comissão de Serviços de Infra-estrutura e no Plenário, o projeto deve voltar para a Câmara já que está sendo modificado no Senado.