Expert

Doria, sobre Lula: “o Brasil não precisa de um mártir com 5 indiciamentos”

"Meu sentimento é que gostaria de ver o Lula perder nas eleições [de 2018], pois assim acabaria com o mito do Lula e ele se tornaria 'apenas' Luiz Inácio", disse após palestra na Expert 2017

SÃO PAULO – Seria melhor o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser vencido nas eleições presidenciais de 2018 do que eventual vir a ser preso ou impossibilitado de se candidatar, disse o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), em coletiva de imprensa realizada no último sábado após sua palestra de encerramento na Expert 2017, evento promovido pela XP Investimentos.

“Meu sentimento é que gostaria de ver o Lula perder nas eleições [de 2018], pois assim acabaria com o mito do Lula e ele se tornaria ‘apenas’ Luiz Inácio”, disse Doria durante a coletiva. “O Brasil não precisa de um mártir, principalmente um mártir com 5 indiciamentos na justiça”, complementa.

Antes da coletiva, Doria teceu críticas aos dois ex-presidentes da República durante sua palestra: disse que lutaria “de qualquer jeito” para que o PT não voltasse ao poder e revelou que quando precisava de serenidade durante a campanha das eleições municipais de 2016, pensava em tudo que os dois petistas diziam e isso lhe dava forças. Logo depois, ele chamou Dilma de anta: “como é que pode um país ter uma anta [na presidência]. Desculpa Dilma, mas você é uma anta”, afirmou o prefeito.

PUBLICIDADE