STOCK PICKERS Pedro Chermont e Hulisses Dias falam sobre as lições de Warren Buffett que podemos aplicar nesta crise; assista

Pedro Chermont e Hulisses Dias falam sobre as lições de Warren Buffett que podemos aplicar nesta crise; assista

Novo prefeito de SP

Doria se veste de gari e afirma: vai limpar as ruas de São Paulo todas as semanas

Nesta manhã, o prefeito e secretários foram para a praça 14 Bis, no centro da cidade - ele chegou ao local às 5h49, vestido de gari, ficando por lá até as 7h05.

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Na manhã desta segunda-feira, um dia após ser empossado prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) cumpriu a promessa e se vestiu de gari. Ele  afirmou que vai se vestir dessa maneira e limpar as ruas da cidade todas as semanas até o fim de sua gestão. “Todas as semanas em quatro anos. Podem anotar, registrar. E olha, acordem cedo, hein!”, afirmou aos jornalistas. 

“Bom dia São Paulo que amanhece trabalhando! Estou na Praça 14 Bis, ao lado dos 22 secretários e dos 32 prefeitos regionais desde as 5h30, dando início ao programa Cidade Linda. Esse é o primeiro dia de uma gestão incansável em busca de uma cidade digna”, disse Doria pelo Facebook. 

Nesta manhã, o prefeito e secretários foram para a praça 14 Bis, no centro da cidade. Ele chegou ao local às 5h49, vestido de gari, ficando por lá até as 7h05.

PUBLICIDADE

Doria gari

Em sua posse, no último domingo, Doria afirmou que a prioridade de seu governo serão os pobres. “A prioridade serão os mais humildes e mais pobres dessa cidade. Não se esqueçam. A partir de hoje, essa é a nossa prioridade”, disse. Ele afirmou ainda que não irá se candidatar à reeleição. “Não sou favorável. Não disputarei”, falou.

Após tomar posse na Câmara, Doria participou de uma cerimônia de transmissão de cargo no Theatro Municipal, junto com o vice-prefeito Bruno Covas (PSDB), o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) e o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB). Ao chegar ao local, o novo prefeito foi bastante aplaudido pelo público presente.

Segundo Doria, sua gestão será humilde, corajosa e austera e o seu governo será aberto, conciliador e transparente. ““Será um governo capaz de ouvir a opinião de todas as pessoas. Governaremos para todos, os que nos elegeram e os que não nos elegeram. Será uma gestão conciliadora”, disse.

(Com Agência Brasil)