InfoMoney em Milão

Doria rebate rumores de que DEM o teria trocado por Huck na disputa à presidência

"Eu tenho muito respeito pelo DEM. Não sei se essa notícia é verdadeira ou não, mas nunca me anunciei como candidato do DEM, nem queria ir para o DEM", afirmou o prefeito tucano

 

SÃO PAULO/MILÃO – Em Milão, o prefeito de São Paulo, João Doria, respondeu à notícia do jornal O Estado de S. Paulo desta manhã de que o DEM teria desistido de apoiar a sua candidatura à presidência no ano que vem e preparando lançar o apresentador Luciano Huck. “Eu tenho muito respeito pelo DEM. Não sei se essa notícia é verdadeira ou não, mas nunca me anunciei como candidato do DEM, nem queria ir para o DEM”, afirmou. E ainda afirmou: “eu nem assumi [a pré-candidatura], como é que posso desistir?”, questionou, apontando ainda que o PSDB, seu partido, “terá um candidato”. O InfoMoney acompanhou a coletiva. 

PUBLICIDADE

Doria também indicou que está muito cedo para falar sobre o assunto: “nós estamos em uma corrida que não é de 100 metros, é uma maratona. Estamos a um ano da eleição, é preciso ter um pouco de calma. Precisamos ter a noção de que maratona se disputa metro a metro, não é uma prova de velocidade”. 

O prefeito paulistano ainda apontou que o DEM é um aliado histórico do PSDB e os dois partidos devem estar juntos nessa eleição: “não vejo motivos para distanciamento, espero que estejam juntos, assim como estão tanto na capital quanto no governo de São Paulo”. 

O prefeito de São Paulo está em Milão para uma viagem de três dias à Itália, em que busca atrair investimentos para o programa de desestatização da cidade.