Entrevista ao SBT Brasil

Doria aponta em entrevista que decisão de não se candidatar à presidência “não é irreversível”

Contudo, ele reafirmou que o seu candidato é o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em entrevista ao jornal SBT Brasil, do SBT, na noite da última segunda-feira (13), o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que a determinação de não se candidatar em 2018 não é “irreversível”.

Ao ser perguntado se concordava com a frase do político mineiro Magalhães Pinto de que ‘política é como nuvem: você olha, ela está de um jeito, você olha e ela está de outro’, Doria afirmou que ‘nada é irreversível, exceto a morte’. Contudo, ele apontou que o seu candidato é o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. ‘Não é apenas porque nós temos uma amizade de 36 anos e não é apenas porque ele me apoiou para a Prefeitura de São Paulo. É porque ele é bom, é competente, é sério, é dedicado, é honesto. É um bom gestor, um quadro excepcional do PSDB’, disse.

Doria também foi questionado sobre uma eventual disputa ao governo paulista, que também já é cogitada dentro do PSDB. ‘Vou usar o mesmo Magalhães Pinto: nada é irreversível. Eu não tenho isso como planejamento, e estou ‘prefeitando’. O melhor que eu posso fazer é ser um bom prefeito’.”

Aprenda a investir na bolsa

O prefeito também defendeu a realização de prévias no PSDB, tanto para a escolha para o Planalto quanto para o governo de São Paulo.