Operação Lava Jato

Dono de empreiteira doou R$ 7,5 mi à campanha de Dilma por temer represália, diz jornal

Folha de S. Paulo revela depoimento do empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, que disse ter doado por temer que seus negócios com a Petrobras fossem prejudicados; PT rechaça acusações

SÃO PAULO – O empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, disse a procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato que doou R$ 7,5 milhões à campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) porque temia ter seus negócios com a Petrobras (PETR3;PETR4) prejudicados, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo publicada neste sábado (9). 

De acordo com o empresário, ele tratou da doação diretamente com o tesoureiro da campanha de Dilma, Edinho Silva, com quem se reuniu a pedido do então tesoureiro do partido, João Vaccari Neto. Edinho é hoje ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, enquanto Vaccari está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná.

Pessoa, segundo jornal, descreveu de forma vaga sua conversa com Edinho, mas afirmou que havia vinculação entre as doações eleitorais e os seus negócios na Petrobras. 

PUBLICIDADE

Segundo reportagem da Folha deste sábado, Pessoa também contou ao Ministério Público que contribuiu com R$ 2,4 milhões para o caixa dois da campanha à reeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006; e mais R$ 2,4 milhões para fazer a quitação das dívidas da campanha de Fernando Haddad pela prefeitura de São Paulo, em 2012. O valor teria sido abatido da conta de propinas do esquema na Petrobras.

Pessoa, afirmou o jornal, também promete revelar às autoridades detalhes sobre o seu negócio com o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. O empresário revelou que a maior parte dos valores pagos à consultoria do ex-ministro de Lula José Dirceu foi repassada após a prisão do petista, atendendo a um pedido de ajuda financeira de sua família.

O PT, procurado pela reportagem, rechaçou as acusações e afirmou que todas as doações foram feitas dentro da lei.