Acrônimo

Dona de agência ligada ao PT fecha delação e pode implicar Pimentel e campanha de Dilma

A Pepper produz conteúdo para a internet e começou a trabalhar para o partido em 2010 e cresceu na esteira da campanha que elegeu Dilma Rousseff

SÃO PAULO – Segundo informações da Folha de S. Paulo Danielle Fonteles, publicitária e dona da agência Pepper Interativa, fechou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República, no âmbito da Operação Acrônimo. 

Segundo o jornal, Danielle acertou com os investigadores implicar o governador Fernando Pimentel (PT-MG) e Benedito Rodrigues Oliveira Neto, o Bené, empresário e amigo do petista, que já são alvo de investigação.

Já de acordo com o jornal O Globo, em acordo de delação, Danielle falou também sobre movimentações financeiras das campanhas da presidente Dilma Rousseff em 2010 e 2014. A suspeita é de que a Pepper tenha sido utilizada para repassar dinheiro dos cofres públicos e de campanhas eleitorais para políticos e agentes públicos.

PUBLICIDADE

A Pepper produz conteúdo para a internet e começou a trabalhar para o partido em 2010 e cresceu na esteira da campanha que elegeu Dilma Rousseff. 

Especiais InfoMoney:

As novidades na Carteira InfoMoney para março

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa