Dólar

.

SÃO PAULO – O dólar comercial opera no campo negativo, com leve baixa de 0,06%, cotado a R$ 1,6630 na venda. O mercado repercute os números da mais nova revisão de crescimento da economia norte-americana, as intervenções do Banco Central e as manifestações no mundo árabe.

Nesta sexta-feira (25), o BC já fez intervenções no mercado de câmbio à vista e futuro. No primeiro, o leilão de compra aconteceu entre 11h16 e 11h21 e teve taxa de corte de R$ 1,6608, enquanto que no segundo a autoridade monetária fez leilão de swap cambial reverso entre 11h45 e 12h15, com contratos no total de US$ 1 bilhão e com vencimentos para maio e outubro deste ano e abril de 2012.

Economia dos EUA cresce 2,8%
Mais cedo, o Departamento de Comércio dos EUA divulgou a segunda prévia do PIB (Produto Interno Bruto) norte-americano. De acordo com os dados, no último trimestre do ano passado a maior economia do mundo cresceu 2,8% em termos anualizados, expansão abaixo das expectativas do mercado, que apontavam para 3,3%.

PUBLICIDADE

Ao mesmo tempo, foi divulgado também o deflator do PIB, que mede basicamente o custo de uma cesta de bens na economia norte-americana e registrou um avanço de 0,4%, patamar superior às projeções de 0,3%. Ademais, a Universidade de Michigan também publicou sua pesquisa mensal de confiança do consumidor (Michigan Sentiment), que superou as expectativas do mercado ao marcar 77,5 pontos em fevereiro.

Tensão no mundo árabe
O mercado segue de olho nas tensões políticas no norte da África e Oriente Médio. As regiões, responsáveis por grande parte da produção mundial de petróleo, registram diversas manifestações populares reivindicando mudanças no âmbito político de vários países. A situação está mais crítica na Líbia, com conflitos violentos e várias cidades sem qualquer presença oficial.

Dólar futuro na BM&F também opera em queda
Na BM&F, o contrato futuro com vencimento em março é cotado a R$ 1.661, baixa de 0,21% em relação ao fechamento de R$ 1.665 da última quinta-feira. O contrato com vencimento em abril, por sua vez, opera em baixa de 0,24%, atingindo R$ 1.673 frente a R$ 1.677 do fechamento de quinta-feira.