Disputa por cargo de primeiro-ministro no Japão tem recorde de candidatos

Pela primeira vez em 38 anos, cinco pessoas se candidataram para assumir o cargo, ao qual Yasuo Fukuda renunciou

SÃO PAULO – O Japão tem cinco candidatos ao cargo de primeiro-ministro, o maior número registrado em 38 anos. Entre eles, está Yuriko Koike, ex-ministra de defesa e a primeira mulher a concorrer ao posto.

Além dela, candidataram-se o ex-ministro de Relações Exteriores, Taro Aso, o economista Kaori Yosano, o especialista militar Shigeru Ishiba e o membro do conselho do Partido Liberal Democrata, Noboteru Ishihara.

Decisão

Quem irá decidir o sucessor de Yasuo Fukuda, que renunciou ao cargo no dia 1º de setembro, será o próprio partido do governo, que deve anunciar o eleito no dia 22 de setembro.

PUBLICIDADE

Os candidatos também disputam a presidência do partido, sendo que todos tentam o cargo pela primeira vez, com exceção de Taro Aso, que está concorrendo ao cargo pela quarta vez.