Política

Dirigentes do PT convocam reunião de emergência em SP, diz Folha

Na avaliação de dirigentes do PT, a nova fase da Lava Jato (Aletheia) criou um "espetáculo sem necessidade", tendo em vista a grande quantidade de viaturas e agentes armados

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Dirigentes do PT convocaram uma reunião de emergência nesta sexta-feira (4) para discutir possíveis reações à Operação Lava Jato, após a Polícia Federal realizar buscas na casa do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Programa-se um chamado aos movimentos sociais para um ato na porta do diretório nacional do partido, segundo a Folha de S. Paulo. As expectativas são de que o próprio Lula vá para a sede do partido após prestar depoimento à PF.

Na avaliação de dirigentes do PT, a nova fase da Lava Jato (Aletheia) criou um “espetáculo sem necessidade”, tendo em vista a grande quantidade de viaturas e agentes armados, e representa também uma reação ao discurso de Lula no aniversário do partido, quando ele fez críticas à forma como as investigações estão sendo conduzidas, e à substituição de José Eduardo Cardozo do ministério da Justiça. Eles lembram que o ex-presidente já havia prestado depoimento outras vezes e alegam que não havia necessidade da condução coercitiva.

Nas redes sociais, o partido utilizou a hashtag “lulapresopolítico”, convocando militantes e simpatizantes a uma reação.

Leia também:

Carteira InfoMoney tem 4 novas ações para março; confira

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa

PUBLICIDADE