Diretoria da Anac deve pedir renúncia coletiva na próxima semana

Segundo informações, quatro dos cinco diretores da Agência devem anunciar a saída na próxima terça-feira

SÃO PAULO – De acordo com notícias divulgadas na mídia, a diretoria da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) deve anunciar na próxima terça-feira a renúncia coletiva de pelo menos quatro dos cinco diretores do órgão.

Se ocorrer, a renúncia acontece após pressão do Planalto e do novo ministro da Defesa, Nelson Jobim, para destituir os dirigentes da Agência. O mandato dos diretores vence em 2011 e, pela lei, a diretoria da Anac não pode ser demitida nem pelo presidente nem pelo ministro da Defesa.

Troca no comando

As notícias ainda dão conta de que entre os quatro diretores que já concordaram em renunciar, está o presidente da Anac, Milton Zuanazzi. Segundo as informações, o brigadeiro Jorge Godinho Barreto Nery é o nome mais cotado parra assumir o cargo.

PUBLICIDADE

Godinho é ex-presidente do DAC (Departamento de Aviação Civil), assessorou o ex-ministro da Defesa, Waldir Pires, e atualmente continua na pasta, sob o comando de Nelson Jobim.

Perfil adequado

Fontes da Anac afirmaram que o clima dentro da agência está muito ruim e que há funcionários alinhados à saída dos diretores, por considerarem que estes não possuem perfil adequado para comandar a autarquia.

Dos cinco diretores da Anac, apenas Jorge Veloso, especialista em segurança de vôo, pertence ao setor. Jobim disse na véspera que o perfil para ocupar cargos de comando do setor aéreo é de gestor. “Ser civil ou militar, não importa. O que é importante é ser um gestor.”