Política

“Diretas Já não tem cabimento” diz Aloysio Nunes à jornal

"Diretas Já não tem nenhum cabimento. Isso é uma coisa que a Constituição brasileira não admite", afirmou

SÃO PAULO – Pouco antes de viajar para os Estados Unidos, onde irá se reunir com secretário de Estado americano, Rex Tillerson, o chanceler brasileiro, Aloysio Nunes, afirmou ao jornal Folha de S. Paulo que o presidente Michel Temer irá ficar no poder e que o movimento que pede eleições diretas “não tem nenhum cabimento”.

“Diretas Já não tem nenhum cabimento. Isso é uma coisa que a Constituição brasileira não admite”, afirmou. “O governo Temer vai ficar”, completou  ao ser questionado a forma como irá responder os interlocutores americanos sobre a estabilidade do governo.

Nunes disse ainda que reafirmará ao colega a solidez das instituições brasileiras. “O Brasil tem instituições democráticas que funcionam, o Judiciário independente, o Ministério Público que funciona sem nenhum obstáculo”, afirmou, antecipando o que dirá a Tillerson.

PUBLICIDADE