Sem PIBinho

Dilma volta a atacar “pessimistas” e diz: “acreditamos na força da economia”

"Não podemos repetir na Olimpíada o indevido pessimismo que houve na preparação da Copa, isso é algo que devemos aprender", escreveu a presidente

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em resposta a perguntas de internautas no Facebook, a presidente Dilma Rousseff enalteceu, nesta segunda-feira (7), o sucesso da Copa do Mundo realizada no Brasil e voltou a criticar os pessimistas, alegando que o mesmo comportamento pode estar se repetindo com relação à economia nacional. Para ela, da mesma forma que a atual edição do maior evento esportivo do planeta está sendo um sucesso na avaliação de boa parte dos espectadores, o mercado brasileiro pode estar vivendo um momento de descrédito exagerado.

“O mesmo pessimismo que anteciparam para a Copa e que se mostrou equivocado ocorre quando falam sobre o PIB de 2014”, escreveu Dilma. “Nós acreditamos na força da economia brasileira para se superar diante das dificuldades derivadas da crise internacional”, completou a presidente que tenta ser reeleita em outubro deste ano.

Na mesma oportunidade, a petista aproveitou para relevar os atrasos nas obras de mobilidade e na conclusão de estádios para o Mundial, alegando que o mesmo pessimismo tampouco pode se repetir durante as próximas Olimpíadas, que terão como palco o Rio de Janeiro, em 2016. Vale lembrar que diversos projetos não foram concluídos a tempo e alguns estádios sequer passaram por testes antes de o pontapé inicial da Copa do Mundo.

PUBLICIDADE

“Não concordo que houve qualquer prejuízo para a Copa do Mundo com obras atrasadas”, disse a presidente. “Não podemos repetir na Olimpíada o indevido pessimismo que houve na preparação da Copa, isso é algo que devemos aprender”, completou Dilma.

(com Reuters)