RADAR INFOMONEY Petrobras (PETR4) sobe com petróleo, vacinas e redução de dívida; veja perspectivas para as ações

Petrobras (PETR4) sobe com petróleo, vacinas e redução de dívida; veja perspectivas para as ações

Política

Dilma vai anunciar reforma ministerial nesta sexta-feira às 10h30

Dilma pediu que todos os ministros estejam em Brasília para acompanhar o anúncio, que deve aumentar de seis para sete os ministérios controlados pelo PMDB

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após dias adiando, o anúncio da reforma ministerial deve ocorrer nesta sexta-feira (2). Após se reunir com o vice-presidente Michel Temer (PMDB) e com o ex-presidente Lula, Dilma Rousseff (PT) comunicará as mudanças em coletiva de imprensa agendada para 10h30 (horário de Brasília) no Palácio do Planalto. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a publicação, Dilma pediu que todos os ministros estejam em Brasília para acompanhar o anúncio, que deve aumentar de seis para sete os ministérios controlados pelo PMDB, partido de Temer.

Na conversa com o vice, Dilma teria afirmado que não estava satisfeita com o nome do deputado Celso Pansera (PMDB-RJ), indicado pela bancada do partido na Câmara, sob a liderança de Leonardo Picciani (RJ), para a pasta de Ciência e Tecnologia. Por outro lado, Temer disse que não indicaria novos nomes e que a presidente teria que acertar o tema com Picciani.

Aprenda a investir na bolsa

Após a reunião com o vice, Dilma seguiu para o Palácio da Alvorada, onde almoçou com Lula, que pressionou a presidente para fazer uma reforma ministerial com lastro político, trocando o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, por Jaques Wagner (Defesa), e dando mais espaço ao PMDB.