Dilma terá a maior parcela do tempo de propaganda eleitoral na TV, diz TSE

Candidata ficará com 42,6% do espaço total, seguida por José Serra, assegurando 29,2% da fatia do tempo

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A divisão oficial do tempo da propaganda eleitoral na televisão pelos candidatos à presidência foi divulgada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nesta quinta-feira (12). Dilma Rousseff, do PT, ficará com a maior parcela do espaço total, com 42,6%. Já seu principal concorrente, José Serra, ficará com 29,2% do tempo, seguido por Marina Silva (5,6%).

As inserções, peças veiculadas diariamente nos intervalos comerciais das emissoras, devem seguir a mesma proporção dos blocos. Elas são definidas em função do peso que cada partido da coligação tem na Câmara dos Deputados.

A propaganda eleitoral gratuita se estenderá de 17 a 30 de setembro, com aparições dos candidatos às terças, quintas e sábados, em dois blocos de 25 minutos cada um, durante a tarde e à noite. A coligação de Dilma, “Para o Brasil seguir mudando”, contará com dez minutos e trinta e nove segundos em cada um dos blocos. “O Brasil pode mais”, que reúne os aliados de Serra, terá direito a sete minutos e dezenove segundos. Marina Silva ficará com pouco mais de um minuto, assim como Plínio de Arruda.

Aprenda a investir na bolsa

Definido através de sorteio realizado no TSE no último dia 3, a ordem dos anúncios dos candidatos será iniciada por Serra, seguido por Plínio de Arruda Sampaio, Rui Costa Pimenta e José Maria de Almeida. Na quinta aparição pela disputa ao Palácio do Planalto, aparece Dilma. Marina ficará em oitavo lugar no ranking de dez políticos. Nos programas seguintes, os candidatos farão rodízio de posições.