Dilma Rousseff defende abertura de capital da Infraero em entrevista

Ideia visa resolver problemas de infraestrutura de aeroportos brasileiros através de uma gestão compartilhada com o setor privado

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A abertura de capital da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Portuária) foi defendida pela candidata à presidência, Dilma Rousseff, na noite de segunda-feira (9), como melhor meio para melhoria da infraestrutura dos terminais aéreos brasileiros. A petista propôs um modelo de gestão compartilhada entre esfera privada e Estado, capaz de aportar mais recursos para os projetos do setor.

A ex-ministra reconheceu que as obras nos aeroportos não acontecem de acordo com os prazos esperados e garantiu que a questão será prioridade em seu governo, caso eleita. Em entrevista ao Jornal das Dez, do canal Globo News, ela também frisou a importância de escolher quem preencherá os cargos da Infraero por critérios técnicos, e não apenas políticos.

A candidata já havia defendido a abertura de capital da empresa estatal em evento no Rio de Janeiro, em 2 de agosto. “Acredito que não haveria dificuldade de abrir o capital da Infraero e manter o controle da empresa nas mãos do Estado, como ocorre com a Petrobras”, disse na ocasião.