Reforma

Dilma Rousseff anunciará reforma ministerial hoje de manhã: confira quem entra e quem sai

Hoje, a presidente Dilma Rousseff anunciará na manhã desta sexta-feira (2) a reforma ministerial, que dará mais espaços para o PMDB

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Hoje, a presidente Dilma Rousseff anunciará na manhã desta sexta-feira (2) a reforma ministerial, que dará mais espaços para o PMDB. 

Dentro do PT, o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Miguel Rossetto, assumirá o Ministério do Trabalho e Previdência, pastas estas que serão fundidas. Já o atual titular da Previdência, Carlos Gabas, será secretário nacional dessa área.

Já Jaques Wagner vai para a Casa Civil, para substituir Aloizio Mercadante, que vai para a Educação. Ricardo Berzoini, ministro das Comunicações, vai para a nova Secretaria de Governo, que vai abrigar funções da Secretaria-Geral da Presidência e fará a articulação política do Palácio do Planalto com o Congresso.

PUBLICIDADE

E, de acordo com a coluna de Gerson Camarotti, do G1, Dilma Rousseff definiu  para o Ministério da Cidadania, que vai reunir as secretarias de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Nilma Nilo Gomes na pasta, que atualmente ocupa o Ministério da Igualdade Racial.

Na cota do PMDB, o deputado Celso Pansera, aliado do presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) irá para o ministério da Ciência e Tecnologia, enquanto o ministro da pasta, Aldo Rebelo, do PC do B, vai para a Defesa. Pansera ganhou destaque ao ser apontado pelo doleiro Alberto Youssef como “pau-mandado” de Eduardo Cunha no esquema de corrupção da Petrobras. O ministro da saúde será Marcelo Castro (PMDB-PI), que substituirá Arthur Chioro.

Já o ministro Eliseu Padilha continuará na Aviação Civil, Kátia Abreu, na Agricultura, Henrique Alves, no Turismo, e Eduardo Braga se mantém no Ministério de Minas e Energia. 

A presidente também recebeu o líder da bancada do PDT na Câmara, André Figueiredo (CE), para oficializar o convite para que o parlamentar assuma o Ministério das Comunicações. 

Confira as mudanças:

Casa Civil – Jaques Wagner (PT)

PUBLICIDADE

Secretaria-Geral – Ricardo Berzoni (PT)

Cidadania (fusão de Igualdade Racial, Direitos Humanos e Mulheres) – Nilma Nilo Gomes

Trabalho e Previdência – Miguel Rossetto (PT)

Educação – Aloizio Mercadante (PT)

Saúde – Marcelo Castro (PMDB)

Ciência e Tecnologia – Celso Pansera (PMDB)

Portos – Hélcio Barbalho (PMDB)

Defesa – Aldo Rebelo (PC do B)

Comunicações – André Figueiredo (PDT)

Do PMDB permanecem onde estão Eliseu Padilha (Aeroportos), Kátia Abreu (Agricultura, cota pessoal de Dilma) e Eduardo Braga (Minas e Energia).

Coloque seu email abaixo e receba o estudo completo das melhores e piores ações da Bolsa com o dólar acima de R$ 4,00: