Dilma Rousseff afirma que governo não “sociabilizará perdas com a crise”

Ministra ressalta a importância do PAC no desenvolvimento do País e diz que investimentos deverão ser mantidos

SÃO PAULO – Na última sexta-feira (10) a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, tentou tranqüilizar os agentes econômicos ao afirmar que o governo brasileiro continuará mantendo os investimentos programados e condições para os diversos setores da economia.

No entanto, na tentativa de evitar insinuações sobre o excessivo intervencionismo governamental, a ministra disse, durante o Fórum CEOs Brasil-EUA, que “o governo não pretende sociabilizar perdas e não foi procurado para isso”.

PAC e linhas de crédito

Dentre as possíveis medidas adotadas pelo governo para assegurar o desenvolvimento das atividades no Brasil está o oferecimento de algumas “linhas de financiamento, que deverão ser pagas pelos tomadores”, após o prazo definido.

PUBLICIDADE

Em relação ao PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), Dilma Rousseff afirmou que o programa “tem uma característica muito importante, por que é um programa anticíclico e assegura o nível de investimentos no País”.