Dilma recua em pesquisa Datafolha e chance de segundo turno aumenta

Enquanto a petista passou de 54% para 51% dos votos, Serra e Marina oscilaram positivamente para 32% e 16%, nesta ordem

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os escândalos que levaram à demissão da ministra Erenice Guerra, na Casa Civil, continuam a prejudicar a presidenciável Dilma Rousseff (PT) nas pesquisas. No levantamento Datafolha, divulgado nesta terça-feira (28), a petista recuou 3 pontos percentuais e conta com 51% dos votos válidos.

Enquanto isso, José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV) têm 32% e 16% das intenções do eleitorado, nesta ordem. Os adversários apenas oscilaram positivamente, já que na pesquisa anterior tinham 31% e 14% dos votos válidos – aqueles que excluem brancos, nulos e indecisos.

Cresce chance de segundo turno 
Considerando a margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos, Dilma pode perder a chance de vencer a eleição logo no primeiro turno, caso atinja apenas 49% dos votos. A candidata diminuiu sua vantagem de 14 pontos, registrada há duas semanas, para dois pontos nesta pesquisa.

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, a ex-ministra recuou entre todas as faixas da população, nas análises por sexo, região, renda, idade e escolaridade. Sua maior queda aconteceu entre o eleitorado feminino (passou de 47% para 42%) e entre eleitores com curso superior.

Na simulação de segundo turno entre Dilma e Serra, a pesquisa mostra redução da vantagem da petista, cujas intenções de voto passaram de 55% para 52%. Para o candidato do PSDB, o cenário melhorou: as intenções aumentaram de 38% para 39%.