Foi válida?

Dilma questiona no TSE resultado de pesquisa que coloca Aécio 8 pontos à frente

Coligação petista que ter acesso à metodologia e abrangência da pesquisa, pedindo mais informações ao sistema interno de controle, verificação e fiscalização da coleta de dados do Instituto Paraná

SÃO PAULO – Divulgadas por institutos pouco conhecidos do mercado, duas pesquisas eleitorais pegaram o mercado de “surpresa” entre ontem e hoje. Diante dos resultados destes levantamentos, que colocaram Aécio Neves (PSDB) bem à frente de Dilma Rousseff (PT), a atual presidente decidiu questionar no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) essas pesquisas. As informações são do Valor Econômico.

Apresentado pela revista Época, o levantamento feito pelo Instituto Paraná foi o primeiro feito com intenções para o segundo turnocolocou o candidato tucano 8 pontos na frente da petista. Aécio apareceu com 54% das intenções contra 46% de Dilma. Nesta pesquisa, 2.080 eleitores responderam o questionário em 152 municípios.

No questionamento da atual presidente, porém, não foi incluído a pesquisa feita pelo Instituto Veritá, que mostrou uma vantagem ainda maior entre o tucano e a petista na corrida presidencial. O levantamento colocou Aécio com 54,8% dos votos válidos contra 45,2% de Dilma, uma diferença de 9,6 pontos percentuais. A pesquisa foi feita entre os dias 6 e 8 de outubro, com 5.165 eleitores de todo o País.

PUBLICIDADE

O Valor destaca que a petição, protocolada hoje pela coligação petista, é contra o instituto de pesquisa, e não contra a Época. Segundo a publicação, o PT quer ter acesso à metodologia e abrangência da pesquisa, pedindo mais informações ao sistema interno de controle, verificação e fiscalização da coleta de dados do Instituto Paraná.

Vale lembrar que nesta noite foram apresentadas as primeiras pesquisas Ibope e Datafolha sobre a corrida eleitoral do segundo turno, mostraram um cenário um pouco mais apertado. Os dois levantamentos colocam Aécio numericamente à frente de Dilma, mas empatado tecnicamente.

O tucano com 46% das intenções, contra 44% da petista, com uma margem de erro de 2 pontos para mais ou para menos. Considerando apenas os votos válidos – excluindo votos em branco e nulos – Aécio aparece com 51% dos votos, ante 49% da atual presidente, o que ainda representa um empate técnico entre eles.