Debate TV Globo

Dilma questiona Aécio sobre defesa de privatização e tucano cita corrupção na Petrobras

"Acho estranho que o senhor trate com tanta leveza as questões das privatizações. Foi no do PSDB que um funcionário disse que se estava tratando as privatizações no limite da irresponsabilidade", afirmou Dilma

SÃO PAULO – Em debate realizado pela TV Globo nesta quinta-feira (2), a candidata a reeleição Dilma Rousseff (PT) questionou Aécio Neves (PSDB) sobre quando foi líder do PSDB no Congresso e defendia a política de privatização, cogitando até privatizar instituições como BNDES.

Aécio retomou a polêmica sobre a corrupção na Petrobras, ao ressaltar que o ministro de Minas e Energia chamou o (ex-diretor de abastecimento) da estatal e pediu para que Costa pediu demissão. “Faltou a senhora dizer e explicar quais foram os relevantes serviços prestados pelo diretor, essa história precisa ser contada com clareza”, afirmou. 

“Nossa proposta é clara, nós privatizamos o que deveria ser privatizado. Imagina a telefonia de hoje na mão do PT, imagina a Embraer nas mãos de gente indicada pelo seu partido. No meu governo, a Petrobras será devolvida aos brasileiros, teremos orgulho da população. E os bancos não serão cabides de empregos”, afirmou. 

Dilma afirmou que o governo do PSDB entregaram a Caixa e o Banco do Brasil numa situação extremamente precária. “Acho estranho que o senhor trate com tanta leveza as questões das privatizações. Foi no do PSDB que um funcionário disse que se estava tratando as privatizações no limite da irresponsabilidade”.

Aécio voltou à questão da corrupção na Petrobras, ao afirmar que não é ele que diz, mas é o “povo brasileiro que está indignado com o que eu seu partido fez com nossas empresas. O diretor está preso, você entregou a Petrobras a uma quadrilha, o aparelhamento da máquina pública é o pior do governo do PT”.