Dada a largada

Dilma: “Quero construir um Brasil que cria oportunidades para todos, contra a exclusão”

No início do debate, presidente diz que faz parte de um projeto que não vê, a não ser na justiça social, as condições para a união nacional.

SÃO PAULO – No início do debate entre os presidenciáveis realizado pelo SBT, a presidente Dilma Rousseff, do PT, fez críticas diretas ao PSDB, partido de Aécio Neves, seu adversário no segundo turno, afirmou que é defensora de um modelodiferente daquele que governou o país até 2002. 

“Um Brasil que emprega, ao contrário de um Brasil que desemprega. Um Brasil que cria oportunidades iguais para todos, contra um Brasil da exclusão e um Brasil da desigualdade. Um Brasil que vai governar para todos, contra um Brasil que não foi governado para todos”, disse a petista. “Eu faço parte de um projeto que resgatou 36 milhões de brasileiros da pobreza, tirou-os do mapa da fome e elevou 42 milhões às classes médias”, acrescentou.

A candidata à reeleição faz parte de um projeto que não vê, a não ser na justiça social, as condições para a união nacional. “Faço parte de um projeto que quer, e construiu as bases, para um Brasil moderno, mais inclusivo, mais produtivo e mais competitivo, onde a educação estará no centro de tudo. Um projeto que quer levar avanços, segurança, saúde, transporte de qualidade”.