Preocupada

Dilma quer reunião com a oposição para selar “pacto de governabilidade”, diz jornal

Segundo a Folha a ideia inicial não é chamar todos os oposicionistas mas, nas palavras de um auxiliar de Dilma, "aqueles que estão dispostos a contribuir com o país"

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A presidente Dilma Rousseff vai convidar governadores da oposição para participar de uma reunião que está sendo articulada para a próxima quinta-feira (30), em Brasília, para selar uma espécie de “pacto de governabilidade”.

As informações são do jornal Folha de S. Paulo, que afirma que a ideia inicial não é chamar todos os oposicionistas mas, nas palavras de um auxiliar de Dilma, “aqueles que estão dispostos a contribuir com o país”, como os tucanos Geraldo Alckmin (SP), Marconi Perillo (GO) e Simão Jatene (PA).

De acordo com a publicação, os governadores do PT, PMDB, PSB e PC do B são prioridade na lista da presidente que, diante da atual crise econômica e política, resolveu chamar os chefes do Executivo nos Estados para pedir apoio ao ajuste fiscal. Dilma quer que eles atuem em suas bancadas no Congresso para impedir que projetos que custem caro aos cofres públicos sejam aprovados no Legislativo.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo um dos auxiliares de Dilma afirmou ao jornal, a presidente quer “reduzir a tempestade” e impedir que os governadores “acreditem em aventuras”, como a pauta federativa que está no Congresso com apoio dos presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), com uma lista de reivindicações que “não condizem” com o ajuste fiscal proposto pelo governo.