Fim da linha

Dilma quer nome do mercado no lugar de Levy, mas deve optar por nome político; veja cotados

Dilma estaria procurando por nome que agrade o setor empresarial, mas dificuldade em encontrá-lo pode levar o governo a abandonar a ideia, afirma a Folha

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A presidente Dilma Rousseff quer evitar uma saída traumática do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, mas considera que terá que trocá-lo para criar um discurso de mudança na economia, conforme destaca o jornal Folha de S. Paulo. Dilma estaria convencida de que Levy está “chegando ao final de linha” e que ele não consegue incorporar discurso de esperança sobre recuperação econômica, diz a reportagem citando assessores presidenciais.

Quer saber onde investir em 2016? Veja no Guia InfoMoney clicando aqui!

E, enquanto dentro do PT a preferência pelo nome para substituir o ministro Joaquim Levy na Fazenda é pelo ministro Nelson Barbosa, do Planejamento, a presidente Dilma Rousseff estaria buscando um nome de preferência do setor empresarial, diz o jornal. 

Aprenda a investir na bolsa

Porém, a dificuldade é encontrar alguém que aceite assumir a pasta num período de fragilidade do governo. Nesse contexto, segundo a reportagem, surge novamente o nome de Henrique Meirelles, que aceitaria desde que tivesse carta branca.

 Além dele, Luiz Schymura, presidente do Ibre da FGV e ex-presidente da Anatel, é um nome citado entre assessores. 

 A presidente planejava, ressalta a Folha, fazer a troca em janeiro, mas últimos movimentos de Levy podem até acelerar a troca. Dilma já teria aceitado o pedido de saída de Levy, mas pediu que ao menos encerre 2015 no cargo. 

Por outro lado, a coluna Painel, da Folha, diz que o governo está abandonando ideia de ter um nome do mercado financeiro na Fazenda. A dificuldade de encontrar um nome de peso poderia levar a presidente Dilma a escolher um representante do mundo político. 

O nome do ministro Armando Monteiro (Indústria e Comércio) já circula nos gabinetes palacianos. Recentemente, um banqueiro próximo sugeriu o nome do senador Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou o jornal. 


PUBLICIDADE