Dilma: Petrobras tem que estimular desenvolvimento de todos os setores

Em posse de Graça Foster no comando da estatal, presidente diz que empresa deve garantir expansão econômica e social

SÃO PAULO – A Petrobras (PETR3, PETR4) está assumindo o papel de indutora do desenvolvimento de todos os setores da indústria no País, segundo a presidente Dilma Rousseff. Segundo ela, a estatal é um dos maiores esforços que o Brasil já tomou para garantir sua expansão econômica e social.

Em evento de posse da nova comandante da estatal, Maria das Graças Foster, Dilma voltou a afirmar a importância de a petrolífera ter sobrevivido aos “ventos privatistas”, em uma alusão ao governo de Fernando Henrique Cardoso, que vendeu o controle de diversas empresas públicas ao capital privado, entre elas a Vale (VALE3, VALE5). “Ela permanece brasileira, sob o controle do povo, e exerce papel fundamental no desenvolvimento”, completou.

Durante o evento, a nova presidente da companhia ressaltou o fato de ser a primeira mulher a liderar uma empresa de petróleo do porte da Petrobras. Ainda segundo ela, a gestão será de continuidade e, principalmente, cumprimento do Plano de Negócios 2011-2015. Ela também corroborou as palavras de Dilma: “seria tolo achar que a empresa não tem que cumprir sua parte no desenvolvimento”, disse.

PUBLICIDADE

Lado político
Ainda na cerimônia, estava presente o ex-comandante da estatal, José Sérgio Gabrielli. Ele confirmou a capacidade de Graça Foster para assumir o cargo e aproveitou para destacar a expansão realizada durante sua administração. “Nós só perdemos para nossas próprias metas, estabelecidas para nos estimular a produzir mais”, discursou.

Ele ainda agradeceu a confiança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e disse que vai voltar para a Bahia – a imprensa afirma que ele pode concorrer ao governo do estado por lá em 2014 – com a experiência que adquiriu no comando. Ao terminar sua fala, ele declamou alguns versos de músicas, que remetiam à obediência de um pedido maior, como se referindo à sua saída por ordens de Dilma.

Graça Foster também lembrou de Lula, e confirmou a alegria por ter sido indicada pela atual Presidente da República. “Estendo minha gratidão e fidelidade incondicional à presidenta Dilma Rousseff”, concluiu.