Pesquisas voltaram

Dilma perderia eleição para Aécio se pleito fosse hoje, diz polêmico Instituto Paraná

Contingente dos que votaram em Dilma cairia de 54,5 milhões para 42,7 milhões, enquanto Aécio teria 49,1 milhões de votos

SÃO PAULO – O Instituto Paraná realizou pesquisa mostrando que, caso o segundo turno das eleições presidenciais fosse realizado hoje, a presidente Dilma Rousseff (PT) perderia o cargo para o senador Aécio Neves (PSDB-MG). A pesquisa foi divulgada pela revista Época na coluna de Felipe Patury desta semana e foi divulgada na noite da última quarta-feira pelo PSDB

Entre 21 e 27 de janeiro, o instituto perguntou a 2.027 eleitores de todo o Brasil se eles manteriam o voto dado no segundo turno, realizado em 26 de outubro. O instituto apurou que 21,7% dos que votaram em Dilma não repetiriam sua escolha.

Desta forma, o contingente dos votos de Dilma cairia de 54,5 milhões para 42,7 milhões. Apenas 3,8% dos que votaram em Aécio mudaram de opinião. Com isso, o tucano passaria de 51 milhões de votos para 49,1 milhões, mais do que o obtido por Dilma.

Polêmicas envolvendo o Instituto
Contudo, vale lembrar que o PT questionou o Instituto em outubro do ano passado para que apresentasse informações da pesquisa de segundo turno das eleições presidenciais. 

O questionamento do PT foi feito alegando “necessidade de investigação de supostas irregulares”, como superdimensionamento do percentual de eleitores com nível superior, ausência de percentual considerado para cada nível de escolaridade, falta de critérios para ponderação quanto ao nível econômico do eleitor e ausência da designação dos Estados e Municípios em que a coleta foi realizada.

Apresentado pela revista Época, o levantamento feito pelo Instituto Paraná foi o primeiro feito com intenções para o segundo turno na eleição de 2014 e colocou o candidato tucano 8 pontos na frente da petista. Aécio apareceu com 54% das intenções contra 46% de Dilma. Dilma venceu as eleições de 2014 com 51% dos votos, ante 49% do tucano no dia 26 de outubro. 

PUBLICIDADE