Surpresa

Dilma pensou em deixar o PT para se desassociar de escândalos, diz colunista da Época

Presidente teria se reunido com ministros para discutir a possibilidade de deixar o partido

SÃO PAULO – De acordo com Murilo Ramos, colunista do blog Expresso, da Época, a presidente Dilma Rousseff pensou em deixar o PT. Ela teria, de acordo com informações do jornalista, discutido uma possível saída do partido com os ministros Jaques Wagner, da Casa Civil, e Ricardo Berzoini, das Relações Institucionais. 

O motivo para ela deixar o partido? A presidente imaginaria que está mais vulnerável a ataques por conta das investigações da Operação Lava Jato, nas quais membros do seu partido estão supostamente envolvidos. O ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, e o antigo líder do governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), estão presos por causa da Lava Jato. 

A coluna da Época diz que o assunto foi deixado de lado quando o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou que abrirá o processo de impeachment com base no texto dos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Júnior e Janaina Paschoal.

PUBLICIDADE

É hora ou não é de comprar ações da Petrobras? Veja essa análise especial antes de decidir: