AO VIVO Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Dilma negocia aliança com PR para candidatura e obtém apoio de Anthony Garotinho

Ex-governador do Rio, que teve desavenças com o PT no passado, disse que apoio à ministra é incondicional

SÃO PAULO – A ministra da Casa Civil e presidenciável Dilma Rousseff se reuniu na noite de quarta-feira (14) com dirigentes do PR em busca de fechar o apoio de toda base aliada em torno de sua candidatura. Dilma já se reuniu com PMDB – que provavelmente terá o vice na chapa da petista -, PC do B, PRB e PDT.

Anthony Garotinho (que já foi filiado ao PDT e ao PMDB) foi quem demonstrou apoio mais enfático à ministra. Garotinho se filiou ao PR neste ano para concorrer ao governo do Rio de Janeiro em 2010.

Relação conflituosa com o PT

A relação de Garotinho com o PT tem altos e baixos. Em 1998, Lula e José Dirceu interviram no PT do Rio para apoiar a candidatura e o então pedetista foi eleito. Em 2002, concorreu contra Lula no primeiro turno da eleição presidencial e o apoiou no segundo turno. Já em 2006, apoiou Geraldo Alckmin e afirmou que seu relacionamento com o PT, com quem já mantivera laços ideológicos, “foi marcado por sucessivas traições.”

PUBLICIDADE

Garotinho afirmou que as desavenças com o PT são coisas do passado e que seu apoio a Dilma é incondicional.