Política

Dilma nega saída de Tombini e diz que Lula vai fazer “tudo para ajudar o Brasil”

Dilma destacou que o compromisso do ex-presidente com fiscal e inflação e reforçou que possibilidade de uso das reservas internacionais são "especulações"

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira (16) que a ida do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será um “grande ganho” para seu governo. O governo anunciou hoje que Lula irá para a Casa Civil, no lugar de Jaques Wagner. “Vinda de Lula para o ministério é algo bem relevante”, disse, durante coletiva a jornalistas nesta tarde em Brasília.

Dilma destacou o compromisso do ex-presidente com fiscal e inflação e reforçou que possibilidade de uso das reservas internacionais são “especulações”. “Construímos reservas a duras penas com grande esforço”, disse. “Sabemos que elas são para proteção para flutuações internacionais”. 

Para Dilma, ida de Lula à Casa Civil fortalece seu governo. Ela destacou que vai focar na questão da retomada do crescimento. “Tudo que Lula puder fazer para ajudar o Brasil, vai fazer”, disse Dilma, reforçando que sua relação com o ex-presidente é sólida. 

PUBLICIDADE