Senado

Dilma fica em quarto lugar na eleição para o Senado em MG, aponta boca de urna

De acordo com os resultados levantados pelo Ibope, Dilma teve 15% dos votos.

A pesquisa de boca de urna do Ibope para o Senado de Minas Gerais indica que a ex-presidente Dilma Roussef não deve se eleger para o Senado. Ela disputava uma das duas cadeiras no Estado.

De acordo com os resultados levantados pelo Ibope, Dilma teve 15% dos votos. Ainda de acordo com o levantamento, os líderes são Jornalista Carlos Viana (PHS), com 21%, e Dinis Pinheiro (SOLIDARIEDADE), com 18%. Rodrigo Pacheco (DEM) teve 18%. A margem de erro da pesquisa é de 3%

Na corrida para o governo do Estado, a surpresa foi o desempenho de Romeu Zema, do Novo, que ficou com 41% dos votos, segundo a pesquisa de Boca de Urna do Ibope. Ele deve ser o candidato mais bem votado em Minas Gerais e disputar o segundo turno com Antonio Anastaia (PSDB), que teve 29% dos votos. Fernando Pimentel, do PT, teve 22% dos votos na Boca de Urna e deve ficar de fora do segundo turno. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos.

PUBLICIDADE