Resistência

Dilma explica elogios a Aécio: “Eu era extremamente generosa”

A presidente comentou ainda a crise hídrica e criticou a responsabilização que estão tentando atribuir ao governo federal pela falta de água no Estado de São Paulo.

SÃO PAULO –  A presidente Dilma Rousseff (PT) explicou há pouco os elogios que teria feito ao presidenciável do PSDB, Aécio Neves, em 2009, enquanto ele era governador de Minas Gerais. “Eu era extremamente generosa”, pontuou a candidata à reeleição. 

Neste domingo, o programa eleitoral do tucano exibiu uma entrevista da presidente a uma rádia, na qual Dilma elogiava Aécio e dizia que ele era um dos melhores governadores do país.

Depois de dizer que era bastante generosa, a candidata à reeleição reforçou que se tornou bastante crítica e que infelizmente acabou conhecendo as pessoas.

PUBLICIDADE

Sobre a crise hídrica que afeta São Paulo, ela criticou a responsalização que estão tentando atribuir ao governo federal pela falta de água no Estado de São Paulo.

“Qualquer tentativa de transferir a responsabilidade para o governo federal, nós olharemos com grande estranheza. Não acredito que as estruturas do governo do estado podem atribuir a nós qualquer responsabilidade, ou qualquer omissão de ajuda”, explicou Dilma. “Nós ajudamos em todas as circunstâncias”, completou.

De acordo com Dilma, apesar de tratar o problema em alto nível, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do PSDB, não considerou a crise hídrica uma questão emergencial.