Governo

Dilma e Mantega fazem reunião ‘surpresa’ nesta tarde; tema não foi revelado

Analistas ouvidos pela InfoMoney explicam que o mercado reagiu positivamente à notícia devido à chance do ministro deixar o cargo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em meio ao começo de mês turbulento no mercado brasileiro, a presidente da República, Dilma Rousseff, realizou nesta tarde uma reunião que não estava prevista em sua pauta com o ministro da Fazenda, Guido Mantega. O tema da reunião não foi revelado, mas o fato do encontro não estar previsto na agenda do dia pode trazer novidades ao mercado, tendo em vistao caráter emergencial.

Segundo analistas ouvidos pelo Portal InfoMoney, o próprio mercado deu um sinal de suspiro durante a tarde com a notícia do encontro, diante da possibilidade de Mantega – que vem sendo bastante contestado nos últimos meses – entregar o cargo à presidente. “A notícia da reunião entre Dilma e Mantega às 16h está fazendo o mercado melhorar porque muitos estão apostando que o Ministro pode mesmo estar de saída”, disse uma fonte de mercado, que preferiu não se identificar.

Um outro analista, no entanto, preferiu deixar bem claro que qualquer movimentação dos investidores à notícia é mera especulação, visto que o teor da reunião não foi revelado. Ele explica que, pelo fato da reunião ser convocada repentinamente, há grandes chances de sair alguma novidade, mas não necessariamente esta mudança precisa ser a saída de Mantega – já que não é a primeira vez que Mantega e Dilma fazem uma reunião de caráter emergencial. “O governo pode estar trabalhando alguma mudança de estímulo fiscal em resposta às más notícias da indústria nacional hoje de manhã”, disse o analista que também pediu anonimato.

Aprenda a investir na bolsa

O comentário refere-se ao primeiro indicador importante divulgado pela economia brasileira neste semestre: a produção industrial de maio. O resultado, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelou uma queda de 2,0% em relação a abril, pior do que era esperado pelos analistas, que trabalhavam com uma retração na faixa de 1,1%.

Mantega vs. Mercado
Há um bom tempo que Mantega vem caindo no desgosto de boa parte do mercado. Visto como um dos responsáveis pelo cenário complicado da economia brasileira – que atualmente tem trabalhado com inflação crescente e bem próxima do teto da meta e desaceleração da atividade econômica -, o ministro tem sido alvo de críticas de boa parte da mídia internacional, como foi o caso recentemente visto da The Economist, que ironicamente pediu para que a Dilma “mantivesse” o ministro no cargo.

Respondendo aos rumores, Mantega chegou a dizer na semana passada que as notícias que apontam para sua possível saída não passam de “fofocas”, e ainda aproveitou para alfinetar seus opositores ao afirmar que o Brasil teria enfrentado sérios problemas caso tivesse adotados medidas da oposição para passar pela crise do subprime em 2008.

2839431