Próxima parada - RJ

Dilma e Cardozo já definem para onde vão após o impeachment

Ex-presidente irá para o Rio de Janeiro, enquanto advogado deve se reapresentar à prefeitura de SP

SÃO PAULO – Nem Porto Alegre nem Belo Horizonte. A ex-presidente Dilma Rousseff vai morar na cidade do Rio de Janeiro, onde sua mãe, Dilma Jane, tem um apartamento, informa o jornal Folha de S. Paulo.

Aliados da petista ouvidos pelo jornal ressaltam que ela pretende ter uma atuação política mais agressiva após o impeachment. Para isso, precisa concentrar suas atividades numa região mais central do país.

A presença de correspondentes estrangeiros na cidade também pesou na escolha, uma vez que a avaliação é que o discurso de que foi vítima de um golpe tem receptividade no exterior. Dilma vai dividir seu tempo entre viagens internacionais e nacionais, além de ir a Porto Alegre, onde moram sua filha e os netos. No Rio, Dilma também estará ao lado da mãe, que está doente e morando com ela no Palácio do Alvorada, em Brasília.

PUBLICIDADE

O mesmo jornal fala sobre o destino do advogado de Dilma e ex-ministro da Justiça de seu governo, José Eduardo Cardozo. De acordo com a publicação, ele vai se reapresentar à prefeitura de São Paulo quando o processo de impeachment acabar. Cardozo  é procurador municipal, licenciado há 21 anos para exercer outros cargos públicos.

De acordo com a publicação, Cardozo também poderá advogar e vai se associar ao escritório Celso Cordeiro e Marco Aurélio de Carvalho Advogados. Ele abrirá ainda escritório em Brasília e atuará em tribunais superiores. Antes disso, porém, passará um período em Salamanca, na Espanha, para terminar um doutorado.