STOCK PICKERS AO VIVO Fernando Fontoura, da Persevera Asset, e Betina Roxo, estrategista chefe na Rico, contam o que esperar da temporada de resultados

Fernando Fontoura, da Persevera Asset, e Betina Roxo, estrategista chefe na Rico, contam o que esperar da temporada de resultados

Eleições

Dilma e Aécio iniciam segundo turno com reuniões para definir estratégias

Dilma – que terminou o primeiro turno na frente, com 41,59% dos votos – está reunida com integrantes da coordenação de campanha no Palácio da Alvorada

Aprenda a investir na bolsa

Os candidatos à Presidência Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), confirmados no segundo turno das eleições, começaram hoje (6) nova fase da campanha. Eles se reúnem com assessores com o objetivo de definir agendas e estratégias para os próximos 20 dias. 

Dilma – que terminou o primeiro turno na frente, com 41,59% dos votos – está reunida com integrantes da coordenação de campanha no Palácio da Alvorada. Além de encontro com assessores ao longo do dia, a candidata à reeleição pode ir à Bahia ainda nesta segunda-feira, estado em que o candidato petista Rui Costa surpreendeu e foi eleito governador no primeiro turno. 

Ontem (5), após a confirmação do segundo turno, Dilma agradeceu os votos recebidos, criticou o PSDB, pediu votos de eleitores de Marina Silva – terceira colocada – e reforçou promessas de campanha para um eventual segundo mandato. 

Aprenda a investir na bolsa

Aécio Neves, que teve 33,55% dos votos no primeiro turno, viaja nesta manhã para São Paulo, onde fará reuniões fechadas ao longo do dia. O presidenciável não deve ter compromissos públicos hoje e deve trabalhar na definição do calendário de viagens de campanha até as eleições do segundo turno, marcadas para 26 de outubro.

O candidato do PSDB acompanhou a apuração em Belo Horizonte, onde deu entrevistas após a confirmação do segundo turno. Aécio disse que os resultados do primeiro turno superaram suas expectativas e fez um discurso agregador, lembrando o ex-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, e pedindo união da oposição em torno das propostas de mudança.