Aponta Estadão

Dilma diz que pode surpreender e cogita mais autonomia ao novo ministro da Fazenda

Dilma teve uma série de encontros com o ex-presidente do Lula e com senadores petistas, dizendo que poderia "surpreender" na escolha; Meirelles e Barbosa seguem como os mais prováveis

SÃO PAULO – De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, a presidente Dilma Rousseff (PT) acenou a aliados que pode indicar um ministro da Fazenda com maior autonomia para conduzir o ministério da Fazenda. Entre os nomes mais cotados, seguem o de Nelson Barbosa (ex-secretário executivo do Ministério da Fazenda) e de Henrique Meirelles (ex-presidente do Banco Central), ambos sendo apostas de Lula.

Dilma teve uma série de encontros com o ex-presidente do Lula e com senadores petistas, dizendo que poderia “surpreender” na escolha. A presidente deve indicar o escolhido após a cúpula do G-20, em Brisbane (Austrália), nos dias 15 e 16 de novembro.

Porém, informa o jornal citando fontes, Dilma não falou de nenhum nome aos interlocutores. Mas, petistas que estiveram com Lula e a presidente afirmam que o perfil estaria entre Meirelles e Barbosa.

PUBLICIDADE

Segundo o Estadão, um importante quadro do PT no Senado disse que, com qualquer um dos dois nomes, o governo acenará com mudanças, destacando que Barbosa ou Meirelles só topariam assumir o posto com carta branca para conduzir os rumos da economia a partir de 2015. 

As bancadas do PT da Câmara e do Senado demonstram uma predileção maior por Barbosa, sendo um nome que teria interlocução política e tem força no mercado para conduzir a política macroeconômica. Já outro senador petista informou ao jornal que ficou com a impressão de que Meirelles está sendo, sim, considerado pela presidente para assumir o ministério.