Óbvio?

Dilma diz que Brasil esgotou todos os recursos para combater a crise

"Agora temos de usar outros instrumentos de combate", disse a presidente, justificando a adoção das medidas de ajuste fiscal

SÃO PAULO – A presidente Dilma Rousseff admitiu nesta quinta-feira (12) que o governo esgotou todos os recursos possíveis para combater a crise iniciada em 2008 e que se estendeu pelo ano seguinte, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo. A fala foi feita na inauguração dos terminais privados no porto do Rio de Janeiro.

“Agora temos de usar outros instrumentos de combate”, disse a presidente, justificando a adoção das medidas de ajuste fiscal. Para Dilma, a sociedade se livrou de um “elevadíssimo desemprego” e de “uma redução violenta da taxa de crescimento” com a política anticíclica adotada após a crise internacional. Por outro lado, essas medidas sacrificaram as contas públicas.

“Trouxemos para as contas públicas e Orçamento de União os problemas que, de outra forma, recairiam sobre a sociedade e os trabalhadores”, disse. Assim como no discurso feito no último domingo, Dilma fez uma analogia se situação do País com o orçamento doméstico para explicar o corte de gastos.

PUBLICIDADE

“Estamos fazendo o que todo mundo faz na sua casa: reajustando as contas para seguir crescendo. Acreditamos que isso se dará nos próximos meses, chegando ao final do ano”, prometeu Dilma, que disse ainda que o País está passando por um momento de dificuldades, mas tem bases sólidas.