MERCADOS AO VIVO Renda Cidadã será apresentado dentro da PEC emergencial e não vai furar o teto de gastos, diz líder do governo na Câmara

Renda Cidadã será apresentado dentro da PEC emergencial e não vai furar o teto de gastos, diz líder do governo na Câmara

PT em festa

Dilma deve permanecer estável ou subir no próximo Datafolha, avalia MCM

Mesmo com PIB fraco e inflação preocupante, o baixo desemprego contribui para que a popularidade da presidente não despenque, apontou analista político da consultoria.

São Paulo – A próxima pesquisa de intenção de voto do instituto Datafolha – que pode ser divulgada a partir de hoje – deve trazer um resultado no mínimo favorável para a presidente Dilma Rousseff, aposta a MCM Consultores, em relatório. O analista político da consultoria, Ricardo Ribeiro, acredita que o levantamento deve indicar estabilidade ou aumento das intenções de voto na presidenciável petista. 

“Se houver alguma mudança na pesquisa, é mais provável que seja o aumento de apoio à candidatura de Dilma”, avaliou Ribeiro. “A chance de a presidente cair nessa leitura é menor do que a possibilidade de ela ampliar sua vantagem sobre os candidatos da oposição“, completou.  

Para ele, o cenário eleitoral ainda é indefinido, diante da inflação preocupante e da fraqueza do Produto Interno Bruto (PIB), que são fatores negativos para Dilma, enquanto o baixo desemprego contribui para que a popularidade da presidente não despenque. 

PUBLICIDADE

A Copa do Mundo, que foi apontada como um fator que poderia determinar o comportamento do eleitor nas urnas, está tendo bons resultados e os riscos que muitos previram não estão se materializando. “O resultado do Brasil na Copa – se será campeão ou não – deve ter um peso marginal nas urnas”, explicou Ribeiro. “A população deve voltar sua atenção para as eleições em agosto”, acrescentou.