Transportes

Dilma defende modernizar os transportes para tornar país mais competitivo

Presidente afirma que é necessário melhorar infraestrutura de transporte para estimular a economia e gerar empregos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Um dia antes de anunciar um pacote de concessão para rodovias e ferrovias, a presidente Dilma Rousseff disse que a infraestrutura de transporte brasileira precisa ser ampliada e modernizada para tornar o Brasil mais competitivo, estimular a economia e gerar empregos. O assunto foi tratado na coluna semanal Conversa com a presidente desta terça-feira (14).

“Precisamos ampliar nossas ferrovias e hidrovias que, em um país continental como o Brasil, são excelentes alternativas de transporte de passageiros e cargas, mas precisamos também investir em rodovias, aeroportos e portos, pois esses modais se completam”, disse Dilma, em resposta a um representante comercial que questionou porque o governo não investe em ferrovias e hidrovias para passageiros e cargas.

Segundo Dilma, a orientação de seu governo é investir R$ 137,8 bilhões entre 2011 e 2014 nessas áreas. Em uma segunda etapa, o plano de concessões do governo deve abranger também portos e aeroportos. A intenção é estimular os investimentos por parte da iniciativa privada na tentativa de acelerar o crescimento da economia brasileira, que sofre com efeitos da crise econômica internacional, e também melhorar a infraestrutura do país.

Aprenda a investir na bolsa

No texto, Dilma informa que, nas ferrovias, há mais de 3 mil quilômetros de obras de construção e adequação em andamento e estão previstos mais de 6,5 mil quilômetros de obras de expansão, que ampliarão em mais de 20% a malha ferroviária do país. Em relação às hidrovias, segundo ela, estão em construção 20 terminais hidroviários, 22 estão em ação preparatória e há nove previstos.

A coluna semanal é publicada em jornais de todo o país que solicitam o material junto à Secretaria de Imprensa da Presidência da República. As perguntas respondidas pela presidente foram encaminhadas pelos leitores.