De olho nos protestos

Dilma convoca reunião de emergência no fim de semana para monitorar protestos, diz Folha

Dentre os escalados, estão o ministro-chefe da Casa Civil Aloizio Mercadante, José Eduardo Cardozo, Miguel Rossetto, Thomas Traumann e Jacques Wagner, destaca a coluna de Monica Bergamo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A presidente da República Dilma Rousseff convocou alguns dos seus principais ministros para ficarem em Brasília neste final de semana, de acordo com informações da colunista Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Dilma quer um plantão de emergência para acompanhar os protestos contra o governo. 

Dentre os escalados, estão o ministro-chefe da Casa Civil Aloizio Mercadante, José Eduardo Cardozo (Justiça), Miguel Rossetto (da secretaria-geral da Presidência), Thomas Traumann (Comunicação) e Jacques Wagner (Defesa).

Vale ressaltar que a presidente mudou a articulação política de seu governo, em meio a derrotas no Congresso e às vaias durante seu pronunciamento na TV no último domingo. Ela informou no final da tarde de quarta-feira que vai incluir o PMDB, o PC do B e o PSD na coordenação política. 

PUBLICIDADE

Num primeiro momento, farão parte do “núcleo duro” do governo os ministros da Cidade, Gilberto Kassab, da Ciência e Tecnologia, Aldo Rebelo e dos Transportes, Elizeu Padilha. A mudança ocorreu, aponta o jornal O Estado de S. Paulo, depois da pressão do antecessor e padrinho político de Dilma, o ex-presidente Lula.

Lula reclamou de Aloizio Mercadante, chamando-o de desagregador. Além disso, também há movimentos para substituir o ministro de Relações Institucionais, Pepe Vargas (PT).