poupança

Dilma afirma que caderneta de poupança ainda é bom “pé-de-meia”

Em sua coluna semanal, a presidente defende a caderneta mesmo após mudanças na regra da rentabilidade

SÃO PAULO – A presidente Dilma Rousseff afirmou que a caderneta de poupança ainda é uma boa opção de investimento. Ao ser questionada por um cidadão se a poupança era uma boa forma de fazer um “pé-de-meia”, em sua coluna publicada no site do Planalto, Dilma disse que sim. “A caderneta de poupança continua com as vantagens que sempre caracterizaram essa aplicação, como a segurança, a simplicidade dos depósitos, a rentabilidade mensal e a isenção do Imposto de Renda”, afirmou.

De acordo com ela, as mudanças na rentabilidade da aplicação mais popular do Brasil foram necessárias para que as taxas de juros continuem caindo. “Ao mesmo tempo, [a poupança] continua protegendo pessoas como você, que usam a poupança para fazer um pé-de-meia”, disse a presidente.

Novas regras
Quem passou a aplicar em uma caderneta de poupança após o dia 4 de maio viu as regras da rentabilidade mudarem. Após essa data, a remuneração passa a ser feita através de 70% da Selic, mais TR (Taxa Referencial) quando a taxa básica de juros da economia estiver em 8,5% ou menos.

PUBLICIDADE

Para quem possui a conta antes das alterações, as regras continuam as mesmas: rentabilidade de 6,17% ao ano mais a TR.