Impeachment em pauta

Desgaste de Lula deve ser usado pela oposição para reacender impeachment de Dilma

A primeira iniciativa concreta da estratégia será propor a convocação de Lula para a CPI do Carf

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Congresso Nacional volta efetivamente aos trabalhos nesta semana – e a oposição pretende explorar o avanço das investigações que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para tentar desgastá-lo, de forma a enfraquecer o seu nome para 2018. Desta forma, reacender o debate sobre o afastamento da presidente Dilma Rousseff, tanto pelo impeachment ou pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. 

A primeira iniciativa concreta da estratégia será propor a convocação de Lula para a CPI do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), cuja criação foi autorizada no início do mês pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Ao jornal, o novo líder do DEM na Câmara, Pauderney Avelino (AM), diz que a convocação do ex-presidente é fundamental para mostrar que Lula “não está acima do bem e do mal”. Para governistas, a criação da CPI do Carf é a primeira ofensiva clara de Cunha contra o governo neste ano. 

Aprenda a investir na bolsa

Cunha disse ao jornal que, do ponto de vista regimental, há impedimento para se convocar Lula porque a apuração que o envolve não consta do requerimento de criação da CPI. Porém, Cunha avaliou que essa será uma decisão “política” da comissão de inquérito, caso o pedido vá à votação.

Leia também:

InfoMoney atualiza Carteira para fevereiro; confira

Analista-chefe da XP diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa