RADAR INFOMONEY Ações da Vale, Gerdau e Usiminas são vistas com otimismo por analistas antes de balanços; assista ao programa desta segunda

Ações da Vale, Gerdau e Usiminas são vistas com otimismo por analistas antes de balanços; assista ao programa desta segunda

Entrevista a La Nación

“Desde o afeto, me dói”, diz Mauricio Macri sobre a crise brasileira

Ao ser questionado sobre a decisão da Dilma de nomear o ex-presidente Lula como ministro, Macri assegurou querer acreditar que "Dilma fez isso para fortalecer seu governo do ponto de vista operacional e não para acobertar um processo judicial”

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em entrevista ao jornal argentino La Nación, o presidente argentino Mauricio Macri falou sobre a crise brasileira afirmando que, “desde o afeto, me dói”.

“O Brasil é o Brasil e desde o afeto, me dói. Tenho muito carinho pelos brasileiros e devo ser dos poucos argentinos que, quando a Argentina é desclassificada, torce pelo Brasil numa Copa do Mundo. São nossos irmãos, sócios naturais e têm uma energia muito bonita, muito otimismo e vê-los assim, tão pessimistas e estagnados nesta discussão política dói. Espero que se resolva o mais rápido possível”. 

Ao ser questionado sobre a decisão da presidente Dilma Rousseff de nomear o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil, Macri assegurou querer acreditar que “Dilma fez isso para fortalecer seu governo do ponto de vista operacional e não para acobertar um processo judicial”.

Aprenda a investir na bolsa

“Desde este ponto de vista, é absolutamente válido. Agora, a outra opção, que não me consta, não seria admissível”, afirmou o presidente argentino. 

Especiais InfoMoney:

As novidades na Carteira InfoMoney para março

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa