Desde 2003 na Presidência do Conselho da Petrobras, Dilma passa cargo a Mantega

Marcio Zimmerman, secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, deve assumir lugar ocupado por Mantega

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Dilma Rousseff, ministra-chefe da Casa Civil, anunciou nesta sexta-feira (19) que também deve deixar a Presidência do Conselho da Petrobras (PETR3, PETR4) ao se desvincular do Ministério para disputar as eleições presidenciais de outubro. 

“Diziam que eu podia ficar, mas não acho que deveria e nem o governo achou. Não tem sentido eu deixar o governo e permanecer na Presidência do Conselho da Petrobras”, disse Dilma, que ocupava o cargo desde 2003, quando ainda era ministra de Minas e Energia. 

Com a saída de Dilma Rousseff, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, será o novo Presidente do Conselho. Marcio Zimmerman, secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, será nomeado para ocupar o posto deixado vago por Mantega. As mudanças devem ser ratificadas em Assembleia Geral, que ocorrerá no dia 22 de abril. 

Aprenda a investir na bolsa

Extramente qualificada
A ministra afirmou que sai do Conselho com uma nova visão do Brasil, ocasionada pela visualização das riquezas do País e da capacidade demonstrada para enfrentar desafios. Além disso, Dilma elogiou a diretoria da estatal e afirmou que “a Petrobras é uma empresa extremamente qualificada”.