Descontentamento com carga tributária diminui entre os brasileiros, revela CNI/Ibope

O índice de desaprovação à política de impostos atingiu 60% em março, contra 69% em dezembro de 2007

SÃO PAULO – O descontentamento dos brasileiros com relação à carga tributária caiu em três meses, de acordo com a Pesquisa CNI/Ibope, divulgada nesta quinta-feira (27).

O levantamento, realizado com 2.002 pessoas entre os dias 19 e 23 de março, mostra que o índice de desaprovação à política de impostos atingiu 60%, contra 69% em dezembro de 2007 e 65% em abril do ano passado.

O movimento ocorre após a extinção da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), ocorrida no início deste ano.

Desemprego e taxa de juros

PUBLICIDADE

Quando o questionamento é em relação ao desemprego, o índice de desaprovação da atuação do governo é de 41%. Na última pesquisa, o percentual era de 51% e no quarto mês de 2007, de 55%.

Em relação à taxa de juros, o indicador de desaprovação caiu de 59% em dezembro do ano passado para 53% em março de 2008. Frente ao resultado apurado em abril de 2007, de 57%, também houve queda.

Em meio a uma grande discussão sobre aquecimento global e problemas ambientais, o governo obteve desaprovação de 34% dos entrevistados sobre ações públicas relacionadas ao meio ambiente. Em abril do ano passado este percentual era de 50%, e em dezembro, de 44%.

Aprovação

Considerando os índices de aprovação das ações do governo, a área de impostos atingiu 35% em março deste ano; o combate ao desemprego, 55%; a taxa de juros, 39%; e o meio ambiente, 60%.