Apoio a Lula

Deputados ingleses e escoceses fazem manifesto em apoio a Lula: “campanha de difamação sem precedentes”

Segundo o manifesto de integrantes do partido trabalhista, "julgamento pela mídia" é uma tentativa de impedir Lula de participar do processo político

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Deputados dos partidos trabalhistas inglês e escocês, ativistas e economistas publicaram um abaixo assinado na última sexta-feira (13) em solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Eles afirmam que, após a “saída antidemocrática de Dilma Rousseff” via um “processo ilegítimo em que 62 senadores derrubaram os votos de 54 milhões de eleitores, há agora uma campanha de difamação sem precedentes contra o ex-presidente Lula”. 

Segundo o manifesto, esse “julgamento pela mídia” é uma tentativa de impedir Lula de participar do processo político. “Como uma figura altamente popular como resultado de reformas que tiraram milhões de pessoas da pobreza, Lula é considerado um possível candidato para as eleições de 2018. Ao investigar Lula, os promotores não conseguiram encontrar nenhuma atividade ilegal. Apesar disso, eles o submeteram a uma série de constrangimentos, o que levou a uma investigação da ONU sobre se seus direitos foram violados. Nós nos opomos a esta campanha concertada contra Lula e nos solidarizamos com aqueles que lutam pela democracia e pelo progresso social no Brasil”, conclui o texto. Veja quem assinou o manifesto clicando aqui. 

PUBLICIDADE

Vale destacar que, em julho do ano passado, Lula entrou com uma petição na ONU (Organização das Nações Unidas) em que alega violação dos direitos humanos na condução da Operação Lava Jato, que tem ele como um dos alvos. A ONU aceitou a petição, mas não considerou o caso como “urgente” e deixou a sua avaliação para este ano.